Os juízes Arlen José Silva de Souza e José Augusto Alves Martins, que fazem parte da Turma Recursal, reuniram-se, nessa terça-feira, 11, com o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Paulo Kiyochi Mori, para solicitar uma atenção à unidade judiciária que hoje conta com cerca de 9 mil processos em tramitação.

“Viemos informar ao presidente sobre essa alta carga de processos”, disse José Augusto. Segundo a Justiça em Números, o Estado de Rondônia é um dos mais demandados do país. No ranking é o segundo tribunal mais demandado, ficando atrás apenas do TJDFT (12.154). O índice é de 11.593 casos novos por 100.000 habitantes; isso quer dizer que há um índice alto de judicialização, o que demonstra a alta confiança na Justiça rondoniense.

Apesar do mesmo relatório do CNJ demonstrar que Tribunal de Justiça de Rondônia é o terceiro mais produtivo e eficiente, os gargalos dessa demanda são mais fortes em algumas unidades. É o caso da Turma Recursal, que abarca os recursos dos processos dos juizados especiais.

O presidente se disse sensibilizado com a situação, e se comprometeu verificar, em conjunto com a Corregedoria-Geral da Justiça, as melhorias necessárias para o aprimoramento do atendimento na unidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional TJRO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *