O Tribunal de Contas (TCE-RO) e o Ministério Público de Contas (MPC-RO) participaram na noite de ontem (27), no Teatro Estadual Palácio das Artes Rondônia, em Porto Velho, da cerimônia de posse da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB-RO).

Durante o ato, compuseram a mesa de autoridades, o conselheiro presidente Edilson de Sousa Silva e o procurador de Contas Ernesto Tavares Victoria, corregedor do MPC. Compareceram ainda representantes dos poderes e de outras instituições públicas.

Encabeçada pelo advogado Elton Assis, a diretoria comandará a Ordem no triênio 2019-2021, tendo ainda em sua composição: vice-presidente, Solange Aparecida; secretário-geral, Márcio Nogueira; secretária-geral adjunta, Aline Corrêa; e diretor tesoureiro, Fernando Maia.

Foram empossados os conselheiros estaduais e diretoria e membros da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro) – Elton Fülber (presidente), Juscelino Amaral (vice-presidente), Marisselma Mariano (secretária-geral), Anderson Bauer (secretário-geral adjunto), Igor Habib (diretor tesoureiro), Maria Aparecida Prestes (membro) e Lucimar Sombra (membro).

RELAÇÃO

Na cerimônia, os representantes do TCE e do MPC estiveram com os novos dirigentes da OAB Rondônia, ocasião em que lhes desejaram sucesso à frente do comando da instituição, reafirmando a confiança no desempenho eficiente e efetivo da Ordem em favor de seus associados.

Relativamente ao Tribunal de Contas, o conselheiro presidente Edilson de Sousa aproveitou para enfatizar a parceria e a relação harmoniosa estabelecidas e consolidadas ao longo dos tempos com a OAB rondoniense, resultando daí em ações concretas que beneficiaram a classe.

Destaca-se, entre outras, a inauguração em 2018 da Sala de Advogado na sede do TCE, espaço para uso privativo visando o exercício da profissão no âmbito da Corte de Contas rondoniense. Também novas diretrizes de acesso para os advogados aos processos, facilitando, sobremaneira, o trabalho desses profissionais.

Essas iniciativas, segundo o conselheiro presidente, ratificam a importância da participação dos advogados tanto públicos quanto privados nos processos que tramitam no Tribunal, a fim de assegurar o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional.

ASCOM / TCE-RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *