Tribunais regionais

TCE e MPC participam da posse da nova diretoria da OAB-RO

O Tribunal de Contas (TCE-RO) e o Ministério Público de Contas (MPC-RO) participaram na noite de ontem (27), no Teatro Estadual Palácio das Artes Rondônia, em Porto Velho, da cerimônia de posse da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB-RO).

Durante o ato, compuseram a mesa de autoridades, o conselheiro presidente Edilson de Sousa Silva e o procurador de Contas Ernesto Tavares Victoria, corregedor do MPC. Compareceram ainda representantes dos poderes e de outras instituições públicas.

Encabeçada pelo advogado Elton Assis, a diretoria comandará a Ordem no triênio 2019-2021, tendo ainda em sua composição: vice-presidente, Solange Aparecida; secretário-geral, Márcio Nogueira; secretária-geral adjunta, Aline Corrêa; e diretor tesoureiro, Fernando Maia.

Foram empossados os conselheiros estaduais e diretoria e membros da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro) – Elton Fülber (presidente), Juscelino Amaral (vice-presidente), Marisselma Mariano (secretária-geral), Anderson Bauer (secretário-geral adjunto), Igor Habib (diretor tesoureiro), Maria Aparecida Prestes (membro) e Lucimar Sombra (membro).

RELAÇÃO

Na cerimônia, os representantes do TCE e do MPC estiveram com os novos dirigentes da OAB Rondônia, ocasião em que lhes desejaram sucesso à frente do comando da instituição, reafirmando a confiança no desempenho eficiente e efetivo da Ordem em favor de seus associados.

Relativamente ao Tribunal de Contas, o conselheiro presidente Edilson de Sousa aproveitou para enfatizar a parceria e a relação harmoniosa estabelecidas e consolidadas ao longo dos tempos com a OAB rondoniense, resultando daí em ações concretas que beneficiaram a classe.

Destaca-se, entre outras, a inauguração em 2018 da Sala de Advogado na sede do TCE, espaço para uso privativo visando o exercício da profissão no âmbito da Corte de Contas rondoniense. Também novas diretrizes de acesso para os advogados aos processos, facilitando, sobremaneira, o trabalho desses profissionais.

Essas iniciativas, segundo o conselheiro presidente, ratificam a importância da participação dos advogados tanto públicos quanto privados nos processos que tramitam no Tribunal, a fim de assegurar o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional.

ASCOM / TCE-RO

Posts relacionados
Tribunais regionais

Banco indenizará credor negativado depois de decisão transitar em julgado, diz TJ-SP

Tribunais regionais

Juiz de SP homologa plano de recuperação judicial da Livraria Cultura

Tribunais regionais

Ação pede nulidade do passaporte diplomático concedido ao bispo Edir Macedo

Tribunais regionais

Corregedoria de RO cogita desenvolver sistema para comunicação eletrônica de venda de veículos

Assine nossa newsletter e receba o boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *