A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, assinou na tarde desta sexta-feira (1º) portaria que designa nove integrantes do Ministério Público Federal (MPF) para atuar na Força-Tarefa de Brumadinho. O grupo conduzirá as investigações referentes ao rompimento da barragem, ocorrido em 25 de janeiro, tanto na esfera cível quanto na criminal. A designação é pelo prazo de seis meses e atende a ofícios da Procuradoria da República, em Minas Gerais e da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão (4CCR).

De acordo com a portaria, os trabalhos serão coordenados pelo procurador da República José Adércio Leite Sampaio, que é o procurador natural do caso. Os membros designados são: Helder Magno da Silva, Edmundo Antônio Dias Netto Júnior, Flávia Cristina Tavares Torres, Leonardo Andrade Macedo, Paulo Henrique Camargos Trazzi, Malê de Aragão Frazão, Jorge Munhós de Souza e Edilson Vitorelli Diniz Lima.

O anúncio de criação de Força Tarefa foi feito no último sábado (26), pela procuradora-geral, durante visita a Brumadinho. Na oportunidade, Raquel Dodge defendeu atuação integrada entre os órgãos do Ministério Público e de outras instituições para agilizar a apuração da tragédia, sobretudo em âmbito extrajudicial. A designação dos nomes, no entanto, aguardava indicação do procurador natural bem como providências administrativas necessárias à oficialização do procedimento. Parte dos membros, incluindo o coordenador, também atua na Força-Tarefa de Mariana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *