O ministro Felix Fischer, que estava afastado para tratamento de saúde desde agosto de 2019, retornou nesta segunda-feira (23/3) às suas funções no Superior Tribunal de Justiça. Ele é membro da 5ª Turma e da 3ª Seção, especializadas em direito penal, e da Corte Especial.

Em virtude das medidas de prevenção da pandemia de Covid-19 adotadas pelo STJ, o ministro está despachando remotamente, assim como os demais magistrados do tribunal. Nesta terça-feira (24/3), participa da sessão do Pleno por videoconferência.

Fischer retoma a relatoria dos recursos da operação “lava jato” no STJ. O desembargador Leopoldo de Arruda Raposo, convocado durante seu afastamento, volta para o Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Raposo substituiu o ministro Fischer na 5ª Turma e na 3ª Seção. Na Corte Especial, o substituto foi o ministro Paulo de Tarso Sanseverino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *