Na abertura do Future Jud, realizada hoje, no complexo de exposições São Paulo Expo, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, proferiu palestra sobre as ações do STF e do Conselho Nacional de Justiça na área de tecnologia. O sistema Sinapses, do Tribunal de Justiça de Rondônia, foi mencionado pelo ministro como exemplo de tecnologia.

Ao falar sobre a busca de soluções desenvolvidas por tribunais, o ministro, dirigindo-se ao desembargador Walter Waltenberg, disse que “observando a presença do presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, cito o Sinapses como exemplo de tecnologia escolhida para desenvolvimento no próprio CNJ, mediante convênio para cedência dos servidores que desenvolveram o produto”.

Discorrendo sobre a Lei do Teto de Gastos, o ministro Toffoli disse que o foco do Judiciário não deve estar na construção de prédios ou na contratação de pessoas, mas em desenvolvimento tecnológico que permita o trabalho ágil, remoto e que possibilite a entrega cada vez mais rápida da jurisdição.

Para o ministro Dias Toffoli, o Vitor, robô “em estágio probatório” no STF, consegue analisar as peças processuais e apontar os precedentes do caso em 4 segundos, enquanto um servidor leva, em média, 42 minutos para fazer o mesmo serviço.

O evento continuou, com a participação do ministro Sanseverino, do Superior Tribunal de Justiça, falando sobre tecnologia e o futuro do Judiciário nacional.

Assessoria de Comunicação Institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *