Brasil

Comissão de Valores Mobiliários bate recorde de julgamentos e punições em 2018

A Comissão de Valores Mobiliários finalizou processos e puniu como nunca em 2018. No ano, o colegiado da autarquia julgou 109 processos sancionadores (93 de rito ordinário e 16 de rito simplificado) – mais do que o dobro de 2017, quando foram apreciados 51 casos.

No Relatório de Atividade Sancionadora, publicado nesta quarta-feira (27/2), a CVM aponta que, nos processos julgados em 2018, 249 acusados foram multados, 31 advertidos, 13 receberam proibições, nove inabilitados e cinco suspensos. O total de sanções no ano – 307 – foi 139% superior às 128 de 2017. O valor total das multas foi de R$ 350,3 milhões, mais do que o dobro do ano anterior, quando foram impostas penalidades de R$ 166,4 milhões.

No fim de 2018, o estoque de processos a serem julgados pelo colegiado (tendo relator definido) era de 157 casos – uma redução de 14,20% em relação ao final de 2017. No mesmo ano, foram iniciados 105 procedimentos administrativos investigativos ou sancionadores, sendo 13 inquéritos administrativos, 87 termos de acusação de rito ordinário e cinco termos de acusação de rito simplificado.

As áreas técnicas da CVM responsáveis pela supervisão emitiram 357 ofícios de alerta. Houve, ainda, o encaminhamento de 47 ofícios aos Ministérios Públicos nos Estados e 83 ofícios ao Ministério Público Federal. Tais documentos envolviam informações relativas a indícios de crime identificados tanto em procedimentos administrativos sancionadores como no curso da atuação geral da autarquia.

Além disso, o colegiado avaliou propostas de termos de compromisso referentes a 89 processos, envolvendo 271 proponentes e R$ 235,25 milhões – o maior valor da série histórica da CVM. Destas propostas, foi aprovada a celebração de termos de compromisso por 179 proponentes, relacionados a 57 processos, totalizando R$ 41,22 milhões.

Posts relacionados
Brasil

TRF1 diz que Vale desobedece ordem de paralisar mineradora no Pará

Brasil

Dallagnol diz que Fux apoiou Moro em 'queda de braço' com Teori, "In Fux We Trust"

Brasil

Defesa de Lula pede suspeição de um dos procuradores que assinaram denúncia do sítio de Atibaia

Brasil

PF abre 4 inquéritos para apurar vazamento de mensagens de Moro e procuradores da Lava Jato

Assine nossa newsletter e receba o boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *