Justiça Federal

Adélio Bispo, autor do atentado a Bolsonaro é absolvido pela justiça e segue para internação psquiátrica

Decisão de juiz federal prevê que autor da facada no então candidato a presidente Jair Bolsonaro faça tratamento psiquiátrico na Penitenciária de Campo Grande, onde está preso

O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), expediu nesta sexta-feira (14) a sentença de Adélio Bispo, autor da facada em Jair Bolsonaro, e converteu a prisão preventiva em internação provisória. Pela decisão, o agressor deverá permanecer no presídio de Campo Grande (MS).

O atentado aconteceu em 6 de setembro do ano passado, quando Bolsonaro, ainda como candidato a presidente da República, participava de um ato de campanha em Juiz de Fora. Adélio Bispo foi preso no mesmo dia e, segundo a Polícia Militar do estado, confessou ter sido o autor da facada.

“Converto a prisão preventiva em medida cautelar de internação provisória. Determino que o réu seja mantido custodiado na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande/MS”, escreveu o juiz na sentença.

Bruno Savino determinou, ainda, que Adélio Bispo faça tratamento psiquiátrico no presídio.

Conforme o Ministério Público, Adélio Bispo é semi-imputável, ou seja, pode ser enquadrado criminalmente, mas com redução de pena em razão de transtornos mentais apontados em laudos médicos.

Com G1

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Posts relacionados
Justiça Federal

Ação da Caixa para ressarcir desvios do Bolsa Família não prescreve

Justiça Federal

Justiça Federal de SP suspende novamente concessão de passaporte diplomático ao pastor R.R. Soares

Justiça Federal

Temer se entrega à PF em São Paulo após nova ordem de prisão

Justiça Federal

Justiça federal determina o bloqueio de R$ 32,6 milhões de Temer, Lima e sócio

Assine nossa newsletter e receba o boletim semanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *